{ "data": [ { "event_name": "Purchase", "event_time": 1650640105, "action_source": "email", "user_data": { "em": [ "7b17fb0bd173f625b58636fb796407c22b3d16fc78302d79f0fd30c2fc2fc068" ], "ph": [ null ] }, "custom_data": { "currency": "BRL", "value": 1.99 } } ] "test_event_code:" "TEST67589" }
top of page

Candidíase e a Medicina Ayurveda




Candida albicans é um fungo que também coloniza áreas úmidas do corpo humano, incluindo o trato digestivo, a vagina e as dobras da pele. As espécies de Candida colonizam as superfícies mucosas de todos os seres humanos durante ou logo após o nascimento. Candida é o patógeno oportunista por excelência.


Normalmente sua população é mantida em níveis saudáveis ​​por bactérias produtoras de ácido que co-habitam as mesmas áreas. Quando essas populações bacterianas normais são reduzidas ou perturbadas por qualquer número de fatores (discutidos abaixo), no entanto, as populações de leveduras podem crescer para níveis anormalmente altos. Para as mulheres, o sinal mais comum de excesso de cândida é uma infecção vaginal por fungos, anunciada por coceira vaginal, vermelhidão, ardor ao urinar e odor de fermento.


Aproximadamente 75% de todas as mulheres experimentarão pelo menos uma infecção por fungos vaginal uma vez na vida. Candida também pode crescer na boca (aftas), sob uma fralda (assaduras) e em outras áreas.


A Candida geralmente permanece nas superfícies das membranas mucosas e não penetra profundamente no corpo. No entanto, às vezes, o acúmulo pode entrar na corrente sanguínea e produzir os sintomas da infecção clássica como fadiga, insônia, tontura, zumbido, digestão diminuída, perturbada e muitos outros sintomas multissistêmicos. Uma pessoa colonizada por candida, em seu estado excessivo pode desenvolver uma hipersensibilidade semelhante a alergia ao organismo. Os sintomas alérgicos resultantes incluem congestão nasal, fadiga extrema, gases intestinais, dificuldade de concentração, depressão, rigidez articular, dores musculares e muitas outras queixas comuns.




Patogênese Ayurvédica


A abordagem alopática convencional para este distúrbio é erradicar a candida usando medicamentos químicos anti-fungicos potentes e, assim, aliviar os sintomas associados. Essa abordagem não é apenas repleta de muitos efeitos colaterais verdadeiramente horrendos, mas também raramente é eficaz.


Na medicina ayurvédica a Candida albicans não é considerado a causa principal da doença. A causa inicial desse conjunto de sintomas é multifatorial e geralmente começa com uma condição predisponente conhecida como mandagni, ou fogo digestivo baixo. O fogo digestivo baixo leva à digestão deficiente e incompleta dos alimentos (ajeerna). A digestão incompleta dos alimentos, por sua vez, causa a produção de ama – toxinas, uma substância semelhante a Kapha – que é o subproduto residual de alimentos mal digeridos.


Geralmente Ama (ou complexo ama-dosha) é então absorvido pela corrente sanguínea (amarasa) de forma moderada. Ama é predominantemente redistribuído para tecidos úmidos e viscosos do corpo (isto é, trato intestinal, vagina, cavidade oral, dobras cutâneas, etc.) devido à sua semelhança e afinidade com suas próprias qualidades de kapha (snigdha, pichhila, guru). Ama nos intestinos delgado e grosso, apodrece e fermenta, inibindo assim o crescimento de uma flora bacteriana intestinal saudável. Em outros locais extra-intestinais, ele interromperá a imunidade do tecido e permitirá o supercrescimento de cândida.


Se o processo da doença progride até o ponto em que os dhatvagnis são interrompidos e a formação de saptadhatu se torna defeituosa, ocorrerá ojaksaya (ojas deficiente) trazendo consigo a falta de vitalidade, imunidade e disfunção de múltiplos sistemas que caracteriza a candidíase. A sequência patológica descrita aqui, ou alguma variação dela, (baixo agni > digestão anormal > formação de ama > diminuição de ojas) é comum a muitos distúrbios modernos para os quais a medicina moderna não tem solução. Estes incluem síndrome da fadiga crônica, depressão, artrite reumatóide, doenças cardiovasculares, fibromialgia e muitos outros.


Tratamentos Gerais


A Ayurveda defende uma abordagem sistemática natural e segura para trazer a Candida de volta ao equilíbrio com o corpo. As seguintes cinco partes do tratamento juntos demonstraram ser um regime anti-candida eficaz. No entanto, a exclusão de um deles quase inevitavelmente levará a resultados insatisfatórios. Tenha em mente que a candidíase está na categoria ayurvédica de kruchchhasadhya, ou seja, uma doença curável, mas com dificuldade.


Isso é feito seguindo uma dieta rigorosa anti-candida e usando ervas e especiarias para reacender o agni (fogo digestivo). As especiarias úteis são gengibre, pimenta branca, pimenta preta, pippali, asafetida, coentro (folha), mostarda (semente), ajwan, canela, cravo e cominho – entre outros. Os medicamentos fitoterápicos utilizados são selecionados de acordo com os fatores únicos de cada indivíduo e não são padronizados. Eles podem incluir chitraka, avipaittikar churna, trikatu, vidanga e muitos outros.


Uma discussão detalhada completa da dieta anti-candida está além do escopo deste artigo, no entanto, procure a supervisao de nossos terapeutas para te auxiliar no tratamento. Há debates vigorosos sobre o que pode e o que não pode ser comido.


Portanto, todas as formas de açúcar – glicose, sacarose, frutose, maltose, dextrose – devem ser evitadas. Isso inclui frutas. Além disso, alimentos contendo levedura devem ser eliminados, assim como alimentos fermentados, queijo, cogumelos e trigo. Idealmente, recomendamos uma dieta sem glúten.


Então, o que pode ser comido?


Carne e frutos do mar contêm pouco ou nenhum açúcar e são aceitáveis. Os vegetais podem ser consumidos livremente, exceto (batata, inhame,(cenoura, beterraba, etc ). Todos os vegetais de folhas verdes escuras e sem amido são bons, incluindo, entre outros, brócolis, espinafre, couve, couve chinesa, aspargo, repolho, couve-flor, aipo, alho, alface, abóbora, abobrinha. Feijões, leguminosas e sementes e nozes não processadas também são aceitáveis, exceto amendoim e pistache. Manteiga e azeite são bons. Leite de amêndoa e leite de arroz são aceitáveis.


Dê tempo suficiente para a digestão completa; comer com muita frequência cria ama.


Ojas é a energia vital que nos mantém resistentes às doenças físicas e mentais. É formado destilando a consciência divina presente em nossos alimentos, pensamentos e emoções e armazenando gotas dessa essência em nossos corações.


A principal maneira de reabastecer ojas é consumir uma dieta limpa e equilibrada que contenha o mínimo possível de alimentos processados. Uma segunda maneira de aumentar o ojas é através de exercícios respiratórios conhecidos como pranayama. Uma terceira maneira de construir ojas é através do uso de fitoterápicos especiais (veja abaixo: Bebida de Ojas para candidíase). O Ayurveda também recomenda a realização de uma auto-massagem diária (consulte nosso site em “Princípios Básicos” para obter instruções).



Bebida de Ojas para candidíase


1 xícara de leite de amêndoa


1 colher de chá de Ghee (manteiga clarificada)


1 colher de sopa de óleo de coco (contém ácido caprílico – um antifúngico)


1/8 colher de chá de açafrão (bastante caro)


1/8 colher de chá de cardamomo e cominho em pó


Misture tudo em uma panela pequena e leve para ferver em fogo médio.


Deixe esfriar e, pouco antes de beber, adicione ¼ - ½ colheres de chá de pó de raiz de Ashwagandha (Withania somnifera) e Shatavari (Asparagus racemosus)


Tendo restaurado agni e ojas, vários agentes antifúngicos naturais podem ser usados para reduzir a população de candida. É importante perceber que muitas cepas de Candida desenvolvem rapidamente a resistência a antibióticos e remédios fitoterápicos por meio de mutação genética e, por essa razão, mudar os antifúngicos é a melhor estratégia.


O extrato de folha de oliveira (que contém oleuropeína) é eficaz contra Candida. O ácido caprílico é eficaz contra Candida entérica (intestinal). A própolis de abelha geralmente é eficaz em combinação com esses dois. O óleo de cravo e o óleo de orégano mostraram atividade contra vários micróbios diferentes, incluindo Candida. Extrato de semente de toranja e azeite também são eficazes.


Ervas Ayurvédicas e Preparações de Ervas


As dosagens são intencionalmente não incluídas para qualquer um desses medicamentos para enfatizar a importância de tê-los prescritos por nossa especialista, como, propriedades, contra-indicações e combinação. Faça uma consultoria ayurvédica



É muito importante apoiar o fígado, uma vez que suas vias de desintoxicação podem ficar sobrecarregadas ao metabolizar níveis aumentados de toxinas liberadas por Candida morta. Se a desintoxicação não for regulada, elas permanecem circulando na corrente sanguínea.


Os médicos ayurvédicos, portanto, instituem terapias de desintoxicação do panchakarma aproximadamente 4-6 semanas após o início da dieta anti-candida, aprimoramento de ojas e terapia antifúngica.



A candidíase é um grave problema de saúde. Há pessoas que andam por aí acreditando que sofrem de fadiga crônica, dores musculares, depressão, confusão mental, problemas digestivos ou um sistema imunológico enfraquecido há anos - e eles têm esses sintomas, mas não estão cientes da verdadeira causa.


Você terá, é claro, que fazer algumas mudanças no estilo de vida durante e depois de curar sua infecção por Candida. Você deve ter certeza de dormir a quantidade adequada todas as noites, manter-se bem hidratado e se exercitar diariamente, o que manterá a imunidade e reduzirá os níveis de estresse. Você precisará evitar voltar aos seus velhos hábitos alimentares, evitando açúcares, carboidratos e pseudo-alimentos processados. Considere comprometer-se com uma semana anual de desintoxicação. E pense duas vezes antes de usar um antibiótico novamente.














168 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CURSOS ONLINE

CORPO HORMONAL-2.jpg

Ayurveda e a Saúde da Mulher

_edited.jpg

Ayurveda no Pré-Natal e Pós-Parto

A ARTE DO AYURVEDA-2.png

Intro ao Ayurveda

bottom of page